Marketing


Conteúdos com a finalidade de identificar, antecipar e satisfazer as necessidades dos clientes, com o objetivo também nos lucros e resultado final.

O que é atendimento humanizado ao cliente e dicas de como colocá-lo em prática

Se você quer saber o que é atendimento humanizado ao cliente e dicas de como colocá-lo em prática, este artigo foi feito pra você. O atendimento humanizado, de forma resumida, é um atendimento ao cliente feito de forma mais empática, levando em consideração as necessidades desse cliente. No mercado digital, esse tipo de atendimento vem se tornando cada vez mais necessário, com atendentes preparados para interagir da melhor forma possível com o cliente. Por isso, preparamos uma série de dicas de como você pode colocar esse atendimento humanizado em prática na sua empresa. Quer saber um pouco mais sobre o que é o atendimento humanizado e como colocar esse atendimento em prática? É só ler até o final do conteúdo que preparamos especialmente para você.


Escutar e se Relacionar com o seu usuário é essencial para as suas estratégias

O que é preciso para manter um bom relacionamento? Você já pensou a respeito disso? Os principais fatores são: ser ouvido e dispor de alguém que se preocupa de verdade com o que você necessita. A esse trabalho com os clientes chamamos de Marketing de Relacionamento. Hoje vamos explicar o que é isso e por que se relacionar com seu usuário é essencial para toda e qualquer estratégia da sua empresa.


A importância de entender a diferença entre mercado, segmento e nicho

Quem trabalha com e-commerce percebeu que ele vem apresentando um crescimento constante, especialmente depois da pandemia, isolamento social e da quarentena impostas pelo vírus do Covid-19 que impediram as pessoas de saírem para compras. Isolados, visando a saúde coletiva, até os mais desconfiados passaram a comprar on-line, o que impulsionou sobremaneira as vendas nos e-commerces. Se você pretende trabalhar no mercado online, está iniciando nele, se torna extremamente necessário apresentar um diferencial para seu negócio se destacar entre os muitos concorrentes que estão por aí. Desta forma, algumas questões bastante pontuais precisam ser definidas se o seu desejo é abrir um e-commerce! Elas são: determinar qual será o mercado; definir qual o segmento a que pertence; delimitar o nicho que irá ser o foco do empreendimento. Leigos dirão que mercado, segmento e nicho significam a mesma coisa. Mas não são! E saber diferenciar esses três termos, pode ser a diferença para alavancar o seu negócio online. Continue lendo e fique por dentro das especificidades de cada um.


Diferencial competitivo no comércio eletrônico

O comércio eletrônico, que já vinha com tendência de crescimento, mostrou seu imensurável valor nos últimos anos, sobretudo a partir do início de 2020, quando as lojas físicas ficaram incapazes de operar da forma convencional por algum tempo. A atuação das empresas no mundo digital não é novidade, mas foi somente há alguns anos que a internet foi usada para realizar vendas e captação de clientes, principalmente quando falamos em métodos de marketing digital. Neste conteúdo, vamos abordar como ter um diferencial competitivo no comércio eletrônico, mercado este que vale muito a pena investir.


Como aumentar o tráfego de uma loja virtual

Sua loja virtual está pronta: os itens foram catalogados, as descrições estão impecáveis, o sistema logístico é maravilhoso, tudo está integrado e pronto para a ação… mas onde estão os compradores? Sem um tráfego consistente, sua loja não terá resultados. O tráfego pode vir de diversos locais da internet, sobretudo das grandes redes sociais e seus sistemas de anúncios flexíveis. Porém, jamais devemos subestimar o poder do “marketing boca a boca”, que também contribui para aumentar o tráfego do site. Neste conteúdo, veremos como alavancar suas visualizações através de estratégias simples!


Como criar identidade de marca para atrair os consumidores?

Já percebeu que algumas marcas de roupas, lanchonetes de fast food, veículos, assim como também seus comerciais, são lembrados e reconhecidos de longe e mesmo depois de anos? E não raras vezes, cores e elementos gráficos nos fazem lembrar delas também. Isto é o resultado de um trabalho bem planejado da identidade visual de uma empresa. McDonalds, Coca Cola, Netflix, HP e outras muitas marcas da atualidade são facilmente notadas, bastando para isso mesmo um olhar de relance. A identidade visual é um conjunto de atributos que serve para fixar na mente dos clientes e potenciais consumidores a lembrança de determinada marca para influenciar na aquisição dos seus produtos. O termo identidade vem bem a calhar, porque podemos entender isto como uma identidade civil, pessoal. Cada um de nós temos uma, e ela atesta que somos diferentes uns dos outros. Para empresas, o objetivo é o mesmo - torná-la única e inesquecível. Mas criar uma “cara” para uma marca é um trabalho que envolve planejamento, para dar certo e atingir as metas. Veja a partir de agora o que é necessário para ter sucesso nessa empreitada.


Marketing digital para lojas virtuais

Investir no marketing digital é a ação mais indicada quando se trata de dar visibilidade à sua marca. Um fato que o varejista virtual precisa considerar é a densidade da concorrência que só tende a aumentar. Devido à expansão do e-commerce, provocada principalmente nos últimos tempos pela pandemia, é necessário que os empresários mostrem os seus diferenciais para manter sua loja competitiva. Este post vem para te mostrar um pouco as principais ferramentas que o marketing digital usa na atualidade e como o seu negócio pode ser beneficiado pela aplicação delas. Mas antes, é bom deixar claro do que se trata o marketing digital.


Taxa de conversão: o grande desafio do e-commerce

Para os varejistas virtuais, pouco adianta que muitos usuários visitem o site da sua loja mas não comprem nada e não se tornem clientes. Aumentar o tráfego colabora para que as vendas cresçam, mas é preciso mais do que isto para garantir uma boa taxa de conversão. Taxa de conversão (TC) é um valor que indica a relação entre a quantidade de pessoas que entram na sua loja e as que efetivamente compram alguma coisa. Ou seja, representa o número de simples visitantes que são convertidos, ou transformados, em clientes efetivos. Manter o índice de conversões em um nível satisfatório não é uma tarefa simples. Exige planejamento e aplicação de técnicas. Este post vai mostrar o que é preciso fazer para que as empresas vençam as dificuldades e consigam obter maior retorno financeiro.