Consumidor digital: confira pesquisas para nortear suas ações

Postado por Equipe mageshop, 06-06-2022 - 08:26

Consumidor digital: confira pesquisas para nortear suas ações

Já parou para pensar se o seu negócio realmente atende às necessidades do seu público-alvo? Antes de abrir seu e-commerce, você procurou fazer uma análise do mercado para te ajudar a tomar suas decisões? Se você fez isso, excelente. Suas chances de ter um negócio bem sucedido aumentam muito. Mas a verdade é que muita gente inicia no comércio eletrônico sem sequer ter ideia das preferências do público e, por isso, despreparado para resolver as dores dele. Uma das melhores maneiras de entender o que os consumidores querem é coletando dados sobre os seus hábitos de compra. O que este post vai mostrar é a importância de se conhecer o perfil do consumidor que você quer atingir e como as pesquisas vão ajudar nisso.

1

A importância das pesquisas sobre o consumidor digital

 

O objetivo dos levantamentos de mercado é a compreensão do comportamento de compra do consumidor digital, ou seja, de quem compra pela internet. As mais confiáveis são aquelas conduzidas por institutos, que detêm as técnicas adequadas para isso.

Elas são mais eficazes que as análises feitas pelos próprios e-commerces porque os hábitos de consumo estão sempre mudando. Geralmente, as instituições especializadas levam em conta estas modificações de forma mais assertiva.

 

Algumas informações que estas pesquisas colhem são: 

 

  • identificação do consumidor, trazendo dados como idade, gênero, grau de instrução e localização;

  • origem da compra: redes sociais, buscadores, e-mail marketing, indicações, blogs ou outras;

  • frequência de compra;

  • gasto médio por compra;

 

Um método clássico para executar as pesquisas é por meio de formulários. Elas geralmente são rápidas, com apenas algumas questões que não exigem muita reflexão por parte do comprador. É muito comum encontrá-las no fim de um processo de compra em grandes e-commerces. 

Caso julgue necessário, o varejista pode tentar fazer pesquisas mais extensas e aprofundadas. Para estimular o cliente a participar, uma alternativa é oferecer benefícios, como descontos nas próximas compras.

 

Quando está a par dos desejos, necessidades e problemas dos consumidores, o empreendedor está mais capacitado para planejar ou remodelar, se preciso, as estratégias de marketing digital, com o objetivo de atrair e fidelizar clientes.

Embora se inteirar das necessidades e desejos seja primordial, não são as únicas informações que as pesquisas podem revelar. Saber o que o cliente considera ideal quando se trata de prazos e formas de entrega, de pagamento, experiência de compra, atendimento e comunicação, só para citar alguns fatores, também entregará vantagens ao lojista.

 

A pesquisa de comportamento normalmente traz três fatores de análise: pessoais, culturais e sociais. Os pessoais envolvem características particulares, como estado civil, ocupação, gênero e idade. 

 

Os fatores culturais envolvem religião, região de residência e trabalho, ideias, valores, o que desejam estudar, preferências pessoais, dentre outros pontos. Já os fatores sociais incluem pessoas e situações que influenciam os seus pensamentos e comportamentos, família e o lugar que ele pensa ocupar na sociedade.

 

Como as pesquisas norteiam os empreendedores

 

Elas podem servir não apenas para ajustar preços ao poder aquisitivo do público, mas também a adaptar todos os procedimentos de compra, o estilo de comunicação e atendimento à preferência deles.

Um desejo atual dos consumidores digitais é que as empresas corram apenas atrás de lucro, mas também se preocupem com o lado social e ambiental, em um esforço de agir pelos interesses das minorias e em defesa da sustentabilidade.

Humanizar o atendimento é, da mesma forma, um requisito para manter os clientes por perto, assim como construir um bom relacionamento com eles, mostrando empatia e respeito. São características muito prezadas pelos consumidores digitais. Hoje eles procuram interagir com as empresas em canais diversos, como redes sociais. 

Por isso, a experiência omnichannel já ganhou muita relevância entre os novos consumidores. Este termo se refere à prática de venda e suporte em múltiplos canais ao mesmo tempo, à livre escolha dos clientes.

 

Fique atento aos levantamentos 

 

Veja quais são os principais estudos para ajudar a tomar as melhores decisões:

Tech Trends Report Future 

Produzido anualmente no evento de inovação South by Southwest, em Austin, nos Estados Unidos, traz previsões referentes à tecnologia comercial para os próximos anos. Dentre as frentes estudadas, se destacam Inteligência Artificial, Trabalho e Cultura, Notícias e Informação, Logística, e Robotização e Transporte.

 

Global Consumer Trends

Também de periodicidade anual, exibe as 10 tendências comerciais e de consumo mais expressivas para o ano. Em geral, fala sobre as mudanças no que os consumidores consideram essencial.

 

De acordo com a Euromonitor, empresa responsável pelo Global Trends, o relatório de 2022 traz informações sobre a mudança de comportamento e decisões dos consumidores após os 2 anos atípicos provocados pela pandemia.

 

Thinking With Google

O próprio Google desenvolveu uma metodologia de acompanhamento de tendências do consumidor digital, que fornece base para formular estratégias e campanhas acertadas, já que o objetivo é entender as necessidades e problemas do consumidor.

 

Social Miner

Divulga análises sobre tendências de consumo sobre segmentos específicos do mercado, o que pode ser relevante para quem atua nessas áreas. 

 

Relatórios do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia Estatística realiza pesquisas com diversos focos, inclusive sobre mercado, que oferece dados importantes no campo social e econômico.

 

Cycles 

O levantamento, publicado pela Akatu, revela os hábitos e desejos dos jovens consumidores, que já nasceram na era digital, e apresentam um comportamento ainda mais relevante no que se refere ao e-commerce.

 

Relatório Pinterest

O nome completo é Pinterest Predicts. Também com foco em tendências futuras, é uma maneira de definir as estratégias do seu e-commerce. Esta análise exibe uma grande quantidade de previsões. Segundo o site da Pinterest, o nível de acerto nas previsões é de 80%. O último relatório, de 2022, apontou 175 tendências para setores diversos. Entre eles, estão beleza e moda, decoração, culinária, pets e viagens.

 

Além das pesquisas mencionadas, outras de peso são produzidas pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), pelo instituto Nielsen, pela Opinion Box e pela consultoria WGSN

 

Esta última, disponível para download, agrega dados sobre jornadas de compra não-linear, ou seja, focada no omnichannel, em que o consumidor está sempre mudando os métodos de compra, usando múltiplos canais.

 

Não falta informação para o lojista que quer manter o seu negócio no compasso do tempo. Então, fique de olho e não perca as chances de manter sua marca alinhada com o que há de mais novo nos hábitos do consumidor digital.

Outras Publicações

SEO x SEM: Quais são as diferenças e suas vantagens no e-commerce
Primeiramente, é necessário entender o significado dessas siglas em inglês. O SEO vêm do Search Engine Opt...
Leia Mais
Google Meu Negócio: como divulgar a sua empresa
Você sabia que o Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita? Aliás, é muito fácil aproveitar desse sis...
Leia Mais
Taxa de conversão: o grande desafio do e-commerce
Para os varejistas virtuais, pouco adianta que muitos usuários visitem o site da sua loja mas não comprem na...
Leia Mais
Vantagens de anunciar no Facebook Ads
A maior rede social do mundo. É assim que podemos descrever o Facebook. Criada por Mark Zuckerberg, hoje ela ...
Leia Mais
Como saber quais são as melhores redes sociais para a sua Loja Virtual
Este é um fato incontestável: as redes sociais são a melhor maneira de ver e ser visto na atualidade. E com...
Leia Mais