Gestão


Conteúdo para lhe ajudar a gerir melhor sua loja virtual.

App do Google Analytics: como usar e receber insights em tempo real

Para que o seu site atinja os objetivos para o qual foi planejado, é necessário um bom planejamento estratégico e também uma gestão de qualidade. Essa administração envolve monitorar o desempenho dele. Dependendo do tamanho do site e das atividades que você realiza, pode se tornar difícil fazer uma análise eficaz e precisa, que permita tomadas de decisão seguras, o que impacta de forma negativa as conversões e vendas. Então, para ajudar os empreendedores na tarefa de estudar a performance da marca, o Google desenvolveu o aplicativo Analytics. Ele é uma ferramenta que fornece estatísticas e vai além: aponta informações úteis que podem ser automatizadas ou personalizadas e que sugerem o que fazer para aprimorar seu site. São os insights. Este artigo vai te explicar tudo o que você precisa saber sobre eles. Continue aqui!


Saiba como montar um banco de dados de clientes de forma eficiente

Manter dados sobre clientes é uma necessidade muito antiga do comércio. Isso vem desde a época em que as vendas eram anotadas na “caderneta”: o que um cliente comprava fiado, a data em que ele costumava pagar e o que mais o comerciante achava importante ficava registrado ali. Hoje as anotações continuam, mas não são mais feitas com lápis e papel. Agora são chamados de bancos de dados. E como tudo muda por meio da tecnologia, não servem mais apenas para evitar que o comerciante esqueça de cobrar um cliente. Eles vão além. Nesse artigo, você vai conferir o que são, qual a importância e como criar um banco de dados eficiente para o seu negócio.


Planejamento do e-commerce: 5 áreas para priorizar em 2022

Se você quer saber como fazer o planejamento do e-commerce e entender quais áreas priorizar em 2022, acompanhe este artigo que preparamos pra você. Um bom planejamento da sua loja virtual é essencial para garantir um ano com maiores rendimentos. Mesmo que a sua empresa tenha uma loja física, o e-commerce atua como uma forma de ampliar sua área de atuação, podendo suprir a necessidade de mais pessoas. Por isso, preparamos 5 áreas para você priorizar na hora de fazer o planejamento do seu e-commerce. Quer saber um pouco mais sobre como fazer o planejamento do e-commerce e garantir um faturamento ainda melhor para a sua empresa? É só ler até o final do conteúdo que preparamos especialmente para você.


Vale a pena ter um blog corporativo B2B em 2022?

Se você quer saber se vale a pena ter um blog corporativo B2B em 2022, nós podemos te ajudar. O mundo vem passando por muitas mudanças, não só por causa da pandemia mas também por causa de uma evolução no nosso jeito de comprar. E o mesmo vale para as empresas. Se você criou um e-commerce para adequar a sua empresa para esse novo mercado, saiba que vale muito a pena ter um blog corporativo, mesmo que o foco seja fazer negócio com outras empresas. Com um blog corporativo, os conteúdos criados podem fazer parte também da sua estratégia de marketing. Ou seja, transformar os leitores do seu blog corporativo em clientes. Quer saber um pouco mais sobre porque vale a pena ter um blog corporativo B2B em 2022? É só continuar lendo até o final do conteúdo que preparamos especialmente para você.


Fatores que aumentam a confiança do consumidor no e-commerce

A maneira de se fazer compras vem mudando muito após o advento da internet. Para se ter uma ideia do avanço dos e-commerces, um levantamento feito em 2021, mostrou que 71% dos entrevistados passaram a preferir fazer as suas compras online, especialmente após a crise sanitária da covid-19. É inegável notar que o mercado de e-commerce vem crescendo de forma exponencial. A pandemia popularizou muito o ato de se fazer compras pela internet, mas ainda há muitos desconfiados sobre esse processo. E isso acontece em geral por experiências negativas com compras online. Já que nem as lojas virtuais fazem um trabalho de excelência para conquistar a confiança do consumidor e fidelizá-los à sua loja. Para aumentar a confiança do consumidor algumas atitudes indispensáveis precisam ser colocadas em prática. Veja abaixo quais são elas.


Como montar um e-commerce de moda

Não há argumentos contra os e-commerce que conseguiram sobreviver ao cenário da crise sanitária. Enquanto todas as lojas físicas tiveram que fechar as portas, as lojas virtuais se mantiveram abertas no melhor estilo 24/7 ao longo do ano. Quando falamos em moda, os benefícios são ainda mais marcantes. Por causa dos preços competitivos e alta qualidade dos produtos, muitos brasileiro preferem as lojas online em detrimento das físicas, sendo uma ótima oportunidade de negócios. Quer montar um e-commerce de moda mas não sabe como? Vamos explicar tudo neste conteúdo!


Adaptar para se manter relevante

É fácil perceber que a pandemia afetou pesadamente o comércio varejista, em especial os menores. Quem passa pelas ruas e olha com mais atenção, vai notar diversos pontos fechados, em que antes funcionavam estabelecimentos dos mais variados ramos. O isolamento social trouxe mudanças no comportamento do consumidor brasileiro. Mesmo as pessoas mais conservadoras, que sempre foram céticas em relação ao comércio eletrônico, aprenderam a comprar pela internet, já que esta foi a única opção para adquirir até itens básicos. Então, muitos dos lojistas que se viram numa situação difícil para manter o negócio aberto, sentiram a necessidade de se reinventar, se adaptar. Assim, abrir uma loja virtual se tornou uma ótima saída para continuar suas atividades. Este artigo vai falar sobre como você pode aderir à tendência das lojas virtuais para manter a competitividade e os lucros. Acompanhe!


Como monitorar as pesquisas na minha Loja Virtual com o Google Analytics

Tão importante quanto fazer um bom planejamento antes de abrir seu e-commerce é mantê-lo nos eixos. Conforme o negócio vai se ampliando, fica mais trabalhoso supervisionar o andamento de todas as atividades, o que dificulta também administrar conversões, vendas e analisar os números. Felizmente, o Google disponibiliza o Analytics, uma ferramenta para monitoramento do seu e-commerce. Ela faz uma análise completa do tráfego que seu site recebe, trazendo informações como quantidade de acessos, origem dos mesmos, tempo de permanência, taxa de abandono, número de vendas concretizadas e outras métricas. Conhecer estas estatísticas é positivo para o varejista porque ele pode, com base nestes resultados, ficar a par do desempenho geral da empresa, identificar erros de estratégia e ter referências para direcioná-la. Confira aqui tudo sobre o funcionamento do Google Analytics, sua utilidade para o e-commerce, a interpretação das métricas e como esses dados vão te ajudar.