Como planejar o marketing de conteúdo B2B?

Postado por Gabriel Walter , 01-12-2022 - 08:54

Como planejar o marketing de conteúdo B2B?

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais poderosas da atualidade. Ao contrário do tráfego pago, por exemplo, os conteúdos gerados no decorrer de uma campanha de conteúdo podem ser reaproveitados, sem contar que continuam valendo mesmo após o término da campanha. No mundo dos negócios, pode-se ter apenas dois tipos de clientes: os consumidores finais e as empresas. O primeiro é chamado B2C e o segundo B2B. A sigla B2C vem do inglês e significa “de negócio para consumidor”; já a sigla B2B significa “de negócio para negócio”, referindo-se ao público de interesse da campanha. Neste conteúdo, diversos conceitos e termos foram apresentados de forma didática. Aproveite para ler até o final!

1

O que é marketing de conteúdo?

 

Como o próprio nome sugere, marketing de conteúdo diz respeito às campanhas de marketing que usam conteúdo como meio de promoção de marca.

Parece uma ideia ruim? Pense da seguinte forma: um consumidor deseja saber sobre as melhores marcas de pneu do mercado. Sua loja, que vende pneus, publica um ranking das melhores marcas de pneu, o qual é apresentado a este consumidor através do Google. 

Será que ele está impelido a fazer negócio com você? Com certeza! Afinal, sua empresa demonstrou que “sabe das coisas”.

É justamente essa demonstração de domínio sobre um assunto que faz a diferença no faturamento de uma empresa. Quanto mais profissional ela for (e parecer ser), mais consumidores vão tê-la como referência.

 

O que é marketing de conteúdo B2B?

 

Como foi dito anteriormente, a sigla B2B significa fazer negócios com outras empresas. Por ser mais formal, imagina-se ser uma tarefa mais complicada, dadas as burocracias envolvidas.

Por mais incrível que pareça, vender para outras empresas costuma ser mais simples que para consumidores finais!

O motivo disso pode ser a questão da concorrência: quando o objetivo é vender para consumidores finais, existem milhares de outras empresas que fazem o mesmo; quando se quer vender para outras empresas, o número de competidores tende a ser menor.

Porém, o foco dos conteúdos muda um pouco, dado que os interesses das empresas são diferentes dos consumidores.

As empresas, por comprarem em lotes bem maiores, podem querem formas de pagamento facilitadas, ou então preços especiais e com diminuição progressiva… enfim, varia de acordo com o mercado.

Além disso, a confiança tem um fator de peso para o B2B, pois tanto levar um calote quanto atrasar entregas trazem problemas sérios para as empresas.

 

Como planejar estratégias de conteúdo?

 

Agora que você está por dentro do que é marketing de conteúdo B2B, veremos algumas boas práticas para planejar estratégias e campanhas que usam conteúdos como carro-chefe.

Vale notar que boa parte dos procedimentos aqui apresentados é comum ao marketing digital. Ou seja, as diferenças ficam por conta do público de sua campanha, que no caso são empresas — ao invés do tradicional consumidor final.

Vamos lá!

 

Conheça seu público

 

Todas as campanhas de marketing digital começam na mesma etapa: conhecer o público de interesse para a empresa.

No caso B2B é a mesma coisa. Você quer descobrir quais empresas precisam de seus produtos e serviços, suas características, preferências e modo de fazer negócios.

Além disso, vale a pena investigar abordagens que podem dar certo na hora de conseguir novos clientes, levando em conta os pontos fortes de sua empresa.

Para um revendedor de calçados, por exemplo, seu público são donos de lojas de calçados, e seu ponto forte pode ser o preço baixo ou qualidade do produto.

 

Escolha a plataforma certa

 

O conteúdo pode ser consumido de diversas formas, desde leitura até vídeos. No entanto, vale estudar os algoritmos presentes no mercado para melhorar seus resultados.

O Facebook, por exemplo, concentra o público acima dos 30 anos, enquanto o Instagram engloba pessoas mais jovens, e o Tik Tok é uma febre entre os adolescentes. 

Portanto, é recomendado usar o Facebook, pois são raros donos de negócio abaixo dos 30 anos.

Já o Google é uma opção obrigatória para todos, pois seu público é bastante diversificado e aparecer nas primeiras posições não é tão difícil — se você seguir uma boa estratégia de conteúdo.

 

Trabalhe com direcionamento de público

 

Existem diversos tipos de conteúdo, todos pensados para um único objetivo: fazer com que o usuário, em algum momento, feche negócio com sua empresa.

Para que isso aconteça, você precisa direcionar o público dos diversos canais por uma sequência lógica de conteúdos, algo que chamamos funil de vendas.

Assim, o Instagram trará conteúdos que chamem os usuários para sua bio, onde haverá um link disponível. Ao clicar no link, o usuário chegará até uma página com outro conteúdo, que o induzirá a ir até outro conteúdo, e no final desse percurso teremos um contato visando fechar negócio.

 

Cuide do funil de vendas

 

O funil de venda possui, em resumo, três etapas: o chamado topo de funil, que cuida dos conteúdos gerais, visando a descoberta de um problema; o meio de funil, material recebido por quem já sabe que tem um problema e busca soluções; o fundo de funil, voltado totalmente para sua marca e visando fechar negócio.

Cuidar do funil de vendas significa zelar por um bom fluxo de usuário entre as etapas do funil. Ou seja, às vezes são necessários ajustes para aumentar a eficiência do funil, e você deve ficar de olho nesses indicadores.

 

Crie e-mails nutritivos

 

O e-mail marketing é muito importante para ter sucesso em campanhas de marketing. Aliás, e-mails e B2B ornam muito bem, pois é comum o uso de e-mail nas empresas.

Programe e-mails com base no estágio de funil do usuário de interesse, de modo a fazê-lo progredir no funil de vendas.

 

Analise as melhores palavras-chave

 

Por fim, analise as melhores palavras-chave para investir em marketing de conteúdo.

Para fazer isso, estude as palavras mais utilizadas em seu nicho de atuação e faça buscas no Google Keyword Planner, uma ferramenta gratuita oferecida pelo Google.

Viu como você consegue planejar marketing de conteúdo B2B sem muito desafio? Aproveite para ver nossos serviços e soluções!

Outras Publicações

Como criar identidade de marca para atrair os consumidores?
Já percebeu que algumas marcas de roupas, lanchonetes de fast food, veículos, assim como também seus comerc...
Leia Mais
O que é atendimento humanizado ao cliente e dicas de como colocá-lo em prática
Se você quer saber o que é atendimento humanizado ao cliente e dicas de como colocá-lo em prática, este ar...
Leia Mais
Como o review de produto pode ajudar seu e-commerce?
Você já quis comprar um celular novo, ou um móvel para sua casa, mas não tinha ninguém conhecido para te ...
Leia Mais
Consumidor digital: confira pesquisas para nortear suas ações
Já parou para pensar se o seu negócio realmente atende às necessidades do seu público-alvo? Antes de abrir...
Leia Mais
Como escalar a sua loja virtual de maneira sustentável
A grande maioria dos empreendedores, quando começa suas atividades na internet, pensa em crescer aos poucos. ...
Leia Mais