Meios de Pagamento para o seu E-commerce

Postado por Gabriel Walter, 24-05-2021 - 08:29

Meios de Pagamento para o seu E-commerce

Sabemos que o sucesso do seu E-commerce está relacionado diretamente ao desempenho e eficiência que sua Loja Virtual vai receber desde a estrutura do template e layout(visual), apresentação do produto, agilidade e segurança na finalização da compra. De nada adianta ter um produto bem exibido e na hora de pagar pelo produto, ele não encontrar um meio de pagamento que o satisfaça, isso fará com que ele abandone o carrinho e desista da compra. Por isso nesse artigo vou explicar sobre os meios de pagamento que você poderá utilizar no seu E-commerce.

1

Atenção necessária aos meios de pagamento:

Muitas vezes o lojista totaliza sua atenção a escolha do produto que será oferecido no seu E-commerce, e esquece de dar a importância necessária para a escolha do meio de pagamento que ele irá trabalhar na sua Loja virtual.

A escolha da forma de pagamento e  finalização da compra, é o último processo na jornada de compra do cliente. Além de você  precisar oferecer uma opção atrativa para o cliente, também precisará entregar  transparência no check-out, para que o mesmo sinta-se segurança na operação.

Mas lembre-se de analisar as taxas e valores de cada meio de pagamento escolhido, pois eles também influênciam nos custos operacionais do seu negócio, crie estratégias para distribuir esses custos de uma maneira que eles não prejudiquem a precificação do seu produto e também atrapalhem sua rentabilidade.

Outro fator que você precisá pensar bem é o prazo de recebimento de cada meio de pagamento, para que consiga programar a gestão do seu negócio de acordo com as previsões anteriormente consultadas.


Agora vamos conhecer algumas formas de pagamento disponíveis e que se destacam no E-commerce no mercado brasileiro :


Boleto Bancário


Vamos iniciar com uma opção simples e de fácil escolha para  muitas pessoas. De acordo com algumas pesquisas o boleto bancário é a segunda forma de pagamento mais utilizada nas compras pela internet.

Essa é uma alternativa para o cliente que não possui cartão de crédito, basta ele imprimir o boleto ao final da compra e pagá-lo pelo meio que ele desejar (casas lotéricas, aplicativos bancários, internet Banking, etc).

Apesar de atualmente muitas pessoas possuirem cartão de crédito, o contexto econômico brasileiro ainda é bastante diversificado. Encontramos pessoas que compram tudo por um cartão de crédito, e outras que não possuem condições de adquirir  um, ou até mesmo não tem um limite de crédito muito alto.

Por isso trabalhar com a opção de   boleto bancário na sua Loja Virtual se torna uma alternativa que pode atrair uma grande quantidade de pessoas a comprarem seus produtos.
 

Cartão de crédito
 

Nos últimos anos vimos um crescimento muito grande em relação a compra com cartão de crédito, algumas pesquisas indicam que a cada 10 compras online, 7 são finalizadas por meio de um cartão de crédito.

Esse meio funciona da seguinte maneira, o cliente precisa digitar os dados do cartão e, após aprovação do crédito, a compra está concluída.

O sucesso da compra através desse meio de pagamento é justamente pela flexibilidade, facilidade e rapidez para efetuar o pagamento das compras online. Ele já realiza a aceitação ou rejeição do pagamento em poucos minutos após a validação das operações que precisam fazer.

Através desse meio de pagamento  também é possível criar estratégias de fidelização do cliente, isso porque muitas plataformas de E-commerce hoje já possibilitam ao consumidor a opção de salvar os dados do cartão após uma compra, para  que ele não precise digitar tudo outra vez quando for comprar outro produto.
 

Gateways

Os gateways possibilitam que as lojas virtuais tenham todo os meios de pagamento em um único sistema.

O consumidor escolhe de que forma deseja realizar o pagamento ( boleto, cartão de crédito, etc) e os sistemas transferem o valor pago para a conta do lojista.

O gateway é um sistema que faz uma conexão entre o E-commerce e os meios de pagamento. Nesse caso, o lojista estabelece o contato com as operadoras de cartões e bancos, enquanto o gateway realiza a comunicação entre sua empresa e os sistemas bancários.

Assim, os pagamentos realizados pelos seus clientes são transferidos diretamente para a conta da sua loja. E cabe o lojista aprovar cada compra, definir as formas de parcelamento e assumir os riscos de cada transação.
 

Intermediadores
 

Nessa opção de meio de pagamento o lojista não precisa se afiliar ás operadoras de cartões e bancos. Ao cliente realizar uma compra, quem recebe o pagamento é o intermediador.

Nesse caso, o sistema é quem fica responsável pela aprovação e pelo repasse do valor da venda ao E-commerce.

Esses intermediadores além de possuírem um sistema tão seguro quanto aqueles utilizados para pagamentos com cartão, ainda é possível realizar o pagamento por boleto bancário.
Da mesma forma que o Gateway, é uma excelente forma de organizar todas as operações financeiras do seu E-commerce, para que trabalhem em conjunto.

Porém a diferença é que os riscos de cada transação são responsabilidade dos sistema contratado, e não do lojista, o que atrai muitos empreendedores a escolherem essa opção.


Para concluir então qual os meios de pagamento você vai aplicar no seu E-commerce:


Fique atento às taxas, pois são fatores que influênciam diretamente nos custos de um E-commerce.


Cada uma dessas formas de pagamento tem um custo diferente para o lojista. Então é preciso analisar qual opção oferece a melhor relação de custo e benefício:
Boleto bancário: Custa em média  de R$ 1,99 á R$ 4,00 para cada boleto pago ( o valor vai variar de acordo com a empresa contratada).
Cartão de crédito: Geralmente você terá um mensalidade em torno de R$100,00 somada a uma taxa média de 4% sobre o valor da fatura (esse percentual varia de acordo com as operadoras de cartões).
Gateways: Ele têm uma cobrança fixa, em torno de R$ 0,65 por transação efetuada pelo E-commerce.
Intermediadores: Eles cobram um valor percentual sobre cada venda, que vai variar entre 1,9% até 7% do total da operação ( esse valor oscila de acordo com a empresa de pagamento).


Com isso, é fundamental que esses custos com operações bancárias sejam incluídos no custo geral do E-commerce. Não contabilizar esse valor pode ser fatal para o seu negócio.

Apesar de serem ferramentas necessárias para auxiliar na receita do seu negócio, eles também geram despesas, que influenciam diretamente na gestão do seu E-commerce.

Observação: Estude o perfil do seu público-alvo, e busque conhecer a preferência do seu consumidor em relação aos meios de pagamento utilizados no dia a dia. Com essas informações você conseguirá definir quais os meios de pagamento você vai configurar no seu E-commerce.
 

Outras Publicações

Como transformar visitantes em clientes
Você sabe como conseguir mais clientes aproveitando o tráfego de sua página? Embora não seja intuitivo, um...
Leia Mais
Como elaborar a descrição dos produtos?
Comprar pela internet é muito diferente de comprar presencialmente. Tanto é assim que muita gente não abre ...
Leia Mais
Por que o seu negócio tem que ter uma loja virtual responsiva?
O número de pessoas no Brasil que acessam a internet via dispositivo móvel já é maior que o de quem navega...
Leia Mais
Entenda como e por que é importante fidelizar clientes no e-commerce
Todo lojista quer manter sua marca em posição de destaque no mercado e deseja que ela seja conhecida por tod...
Leia Mais
Dicas para o seu negócio bombar nas datas comemorativas
O nosso calendário está repleto de datas comemorativas e cada uma delas é uma oportunidade de vender mais e...
Leia Mais