Mídia paga: as melhores estratégias para otimizar as suas campanhas no Google Ads

Postado por Equipe mageshop, 21-01-2022 - 05:26

Mídia paga: as melhores estratégias para otimizar as suas campanhas no Google Ads

Às vezes, esperar bons resultados apenas com as buscas orgânicas no Google não é uma boa ideia. É passivo demais. Como a concorrência é grande, a melhor atitude é investir em recursos assertivos para aumentar leads e conversões. Estamos falando da mídia paga. De forma geral, este tipo de divulgação é todo esforço no sentido de disseminar uma marca pagando por isso. É fazer propaganda de um produto ou serviço usando técnicas especiais para ganhar visibilidade e conquistar clientes. Normalmente, estas técnicas são oferecidas por agências especializadas. É um assunto que merece atenção, porque envolve dinheiro. O investimento precisa valer a pena. Assim, confira agora maneiras de otimizar seus anúncios em mídia paga com uma dos principais meios: o Google Ads.

1

Investindo em mídia paga

 

Para quem quer destaque nas buscas do Google, o buscador indiscutivelmente mais usado do mundo, o Ads é o melhor investimento agora. Por ser uma ferramenta de nome no mercado da propaganda, ela proporciona vantagens quando se trata de mídia paga, dentre elas um bom custo-benefício.

 

Como aderir à mídia paga

 

Em primeiro lugar, é preciso ter uma conta de usuário no Adwords. É só acessar o site adwords.google.com e seguir os passos exigidos. Em si, o sistema é fácil de usar. Você pode seguir um tutorial para quem está usando pela primeira vez.

Assim como toda ação no marketing digital, é preciso planejar para criar seus primeiros anúncios. Saiba quem é o seu público alvo e descubra suas preferências, desejos e necessidades. Combine estes resultados com os seus objetivos e resultados esperados.

 

Palavras-chave

 

De acordo com o produto que você precisa destacar, as keywords devem, obviamente, o tipo de produto e complementos como “sp”, “2022”, “para o carro”, “melhor pneu”, dentre outros. 

Isto é importante porque, atualmente, as pesquisas no Google são feitas de forma mais humana, como se estivesse sendo feita uma pergunta ao buscador. É bem comum encontrar pesquisas do tipo “qual o melhor pneu para o carro 2022”. Por isso, é preciso planejar bem quais os termos-chave que você vai adicionar. O próprio Adwords contém o mecanismo que ajuda na escolha deles.

O Google Ads pode criar grupos de palavras-chave que você pode relacionar ao seu público-alvo. É um ótimo recurso, mas deve ser usado com cautela. Evite colocar muitas keywords para o mesmo anúncio. Evite adicionar tudo em uma única campanha, quer dizer, muitas palavras-chave na mesma publicação.

 

Orçamento

 

Depois, é hora de definir o seu orçamento: o quanto você quer investir nos anúncios. O Google sugere um plano mensal. Uma dica para obter esse valor é calcular a lucratividade no último período. Um ano é o recomendável, mas se a empresa estiver funcionando há menos tempo, use um período menor.

Para calcular a lucratividade, use a fórmula Lucratividade = (lucro líquido/receita total) x 100. Utilize cerca de 10% do resultado em mídia paga.

Vamos à parte mais importante: a criação do anúncio. Basicamente, ele precisa de um título sucinto, em forma de link direto para o produto anunciado. Junto com ele, um texto de duas linhas, destacando brevemente as qualidades do produto de forma a atrair o leitor. Pode conter também uma vantagem, como frete grátis. 

 

Otimização

 

Apenas criar o anúncio não é suficiente. Aperfeiçoe, torne-o atraente. Veja algumas orientações:

 

Use uma URL amigável

 

A primeira coisa que o cliente visualiza é a URL quando busca no Google. Ela indica o tipo de página a que serão levados ao clicar. Não use um endereço que destine a uma página de conteúdo sem relação com o produto.

Inclua sua keyword, se possível, na URL, porque o buscador a exibe em negrito, indicando a relevância da página. 

 

Não se esqueça do CTA 

 

CTA é a sigla em inglês para “chamado à ação”. É uma forma de estimular alguém a tomar alguma atitude, um convite. Um exemplo é o “corra e aproveite” ou o “preencha o formulário”, “assine nossa newsletter”. 

O verbo usado é sempre no imperativo, para que quem lê sinta um tom de “ordem”. Um pequeno detalhe como esse pode fazer muita diferença ao longo do tempo.

 

Crie versões diferentes

 

O Google Ads permite personalizar os anúncios de acordo com o público-alvo. É melhor que cada um deles veja informações adequadas para eles. Assim, você começa a segmentar o público alvo, categorizando por idade, sexo, localização e demais fatores.

Estas personalizações são relevantes porque assim é mais fácil construir uma relação entre consumidor e marca. Também, é possível comparar as diferentes versões e descobrir qual delas traz resultados melhores, fornecendo uma direção para ajustes, se necessário.

 

Por que investir

 

Quem investe na mídia paga experimenta vantagens. Confira:

 

Maior visibilidade

 

Você se torna mais presente no Google porque qualquer pesquisa com as palavras-chave que foram determinadas vai retornar seu anúncio. Daí, reforçando, a necessidade de planejar e escolher muito bem as keywords. Pode significar maior ou menor número de conversões e vendas.

Os anúncios pagos tem um poder de alcance muito maior. Sua marca poderá ser vista por muitas pessoas que provavelmente nem a conheciam antes do seu investimento. Outra coisa importante é que seu link vai para o topo de página. Se não for o primeiro, estará logo abaixo dele.

 

Aumento do tráfego

 

Evidentemente, com mais visibilidade, seu site tende a ser mais visitado. A chance de receber cliques é maior. Isso significa mais chances de vender e conquistar clientes. 

Como já se sabe, o Google tem uma série de critérios que determinam o posicionamento de um site na página de resultados. E um deles é justamente o tráfego. Aí está mais um benefício de investir na mídia paga.

E há muitos outros benefícios: capacidade de segmentação, que resulta em um melhor conhecimento do público e, dessa forma, atingi-lo com mais precisão. Os resultados também costumam ser rápidos.

Talvez você esteja se perguntando se o investimento em mídia paga precisa ser muito alto. A resposta é que não necessariamente. Isto depende muito do quanto se está disposto a investir e das palavras-chaves que você quer usar. As mais disputadas têm um preço maior. Mas isto não significa que não vale a pena pagar. Precisa colocar  na balança. Provavelmente você vai descobrir que usar a mídia paga pode fazer sua empresa lucrar mais. 

Outras Publicações

Como elaborar a descrição dos produtos?
Comprar pela internet é muito diferente de comprar presencialmente. Tanto é assim que muita gente não abre ...
Leia Mais
Vale a pena vender em marketplace?
O formato marketplace faz muito sucesso entre os consumidores. Na busca de informações sobre certo produto, ...
Leia Mais
Dicas para o seu negócio bombar nas datas comemorativas
O nosso calendário está repleto de datas comemorativas e cada uma delas é uma oportunidade de vender mais e...
Leia Mais
Como definir os produtos relacionados em sua loja virtual
Você provavelmente já viu isto em muitos e-commerces: depois de escolher um produto, bem próximo a ele na p...
Leia Mais
6 motivos para criar sua loja virtual em 2021
Criar uma loja virtual é uma ação bastante vantajosa para quem já possui um estabelecimento físico. Esse ...
Leia Mais